Abandono de estação ferroviária preocupa moradores de Botucatu


Do G1 Bauru e Marília

estacao-rubiao

Prédio no distrito de Rubião Jr. nunca passou por reforma ou restauração (Foto: Reprodução/TV TEM)

Os 120 anos de história da estação ferroviária de Rubião Júnior, distrito de Botucatu (SP) estão perdidos no tempo. O local está abandonado com tetos caindo, vidros e janelas quebrados. Os vagões velhos e inutilizados continuam no mesmo lugar desde que o dia em que estacionaram.

A sujeira e mato alto se misturam ao patrimônio sucateado que à noite serve de abrigo para andarilhos e usuários de drogas. Dentro do prédio, documentos antigos estão espalhados e se deterioram. “A gente fica triste de ver a situação das ferrovias por falta de interesse de investimento. É preciso preservar o patrimônio que temos e não deixar na situação péssima que está”, afirma o ex-ferroviário Valdemar Bicudo.

Desde que a administração das ferrovias passou do poder público para a iniciativa privada, o prédio da estação do distrito de Rubião Júnior nunca passou por reforma ou restauração. O local sequer conta hoje com vigilância contra invasores e vândalos.

Segundo o ex-ferroviário Mário Henrique Martinelli, se antes era motivo de orgulho hoje se transformou em preocupação. “A noite fica muito escuro aqui porque não há qualquer tipo de iluminação. As pessoas podem se esconder entre os vagões. A gente se tranca em casa quando escutamos algum barulho”, comenta.

Restauração parada
A outra estação ferroviária de Botucatu fica no centro da cidade e também é centenária. De responsabilidade da prefeitura, a restauração já começou, mas no momento as obras estão paralisadas. Neste período, vândalos já quebraram lâmpadas e furtaram e vasos sanitários.

Em nota, a prefeitura de Botucatu explica que as obras de reforma da estação central dependem de parcerias com a iniciativa privada. Uma primeira etapa já foi realizada e agora a continuidade vai depender de novos convênios. O município informou também que estuda instalar câmeras de monitoramento para coibir ações de depredação.

Já a América Latina Logística (ALL), a concessionária que administra a estação em Rubião Júnior, informou que mantém equipes de segurança e rondas preventivas no local, além de realizar roçadas periódicas para manter limpo o entorno do prédio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s