Segurança que atua em trilhos da CPTM relata má condição de trabalho


Vídeos mostrando seguranças de terceirizada atuando em pontos isolados.
Segundo o funcionário, eles têm de tomar conta dos fios.

cmpt-denuncia

Um segurança que trabalha em linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) denuncia o que chama de péssimas condições de trabalho nas vias. Ele é funcionário da Power Seguraça, que presta serviço para a CPTM, e relata que os funcionários ficam em locais sem banheiro, sem abrigo da chuva e sem espaço para refeições para evitar que cabos sejam furtados.

Confira o vídeo…..

A equipe de reportagem do Bom Dia Brasil flagrou funcionários trabalhando em locais isolados e cadeiras posicionadas perto de paredes e sem nenhum ponto de apoio nas proximidades.

Os vigilantes ficam em pontos espalhados pelas linhas Coral, Turquesa e Safira, segundo o funcionário que faz a denúncia. Ele enviou um vídeo mostrando um colega de trabalho trabalhando de forma isolada em um ponto da Linha 12-Safira, que liga o Brás a Calmon Viana. Em outro vídeo, um colega carrega uma marmita.

“Ficar no meio do nada, sem banheiro, sem guarita, sem nada. Precisa ir no banheiro e tem que esperar a hora de ir embora. A refeição é na via, marmita gelada”, afirma o funcionário ao descrever a rotina de trabalho.

A jornada é de 12 horas. Eles ainda têm de enfrentar o medo e já foram alvo de criminosos.

O Sindicato dos Empregados em Empresas de Vigilância afirma que fiscaliza constantemente os postos da CPTM e move ações judiciais quando alguma irregularidade é detectada.

O Ministério do Trabalho disse que não recebeu reclamações sobre a falta de condições de trabalho dos seguranças na CPTM.

A CPTM afirma que há postos de vigilância fixos, com banheiros e guaritas. Há também os postos volantes, onde os seguranças fazem rondas, e que o revezamento é a cada três horas. A empresa disse que vai apurara as cláusulas contratuais entre a terceirizada e os seguranças.

A Power Segurança disse que cada dupla faz percursos de no máximo 50 minutos ao lado dos trilhos e que ficam nas estações, onde há toda a estrutura para atendê-los. Disse também que paga adicional de periculosidade e que fornece equipamento de segurança para os funcionários.

Do G1 São Paulo

Anúncios

Um comentário sobre “Segurança que atua em trilhos da CPTM relata má condição de trabalho

  1. COMO PODEMOS COIBIR OS LADRÕES DE FIO DE COBRE, PONDO ALARME DO FIOS, PUXOU, O ALARME TOCA,ALÉM DE AS CAMARAS DE SEGURANÇA, COM VISORES NOTURNOS,
    SEGURANÇAS PREPARADOS PARA AÇÃO, PARA ENCAMINHAR A DELEGACIA PARA REGISTROS, FICHAMENTOS,SOLTURA MEDIANTE FIANÇAS….GUARDAS EQUIPADOS COM ÁGUA E ALIMENTAÇÃO DE COMBATE, COLETE A PROVA DE BALAS, CAPACETE E RÁDIOS….

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s