Cade arquiva processo sobre MRS Logística e porto de Sepetiba


MRS Logística

Por Lucas Marchesini | Valor Econômico

Brasília – O processo administrativo que investigava uma possível conduta antieconômica da Companhia Portuária Baía de Sepetiba e da MRS Logística foi arquivado nesta quarta-feira pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A denúncia afirmava que a empresa de portos e a MRS limitavam o acesso ao porto operado pela companhia. Mas o plenário do órgão antitruste seguiu os pareceres convergentes do Ministério Público, da Superintendência-Geral do órgão e da procuradoria federal, que apontavam não existirem indícios suficientes para a condenação.

<

p style=”text-align:justify;”>A principal justificativa para a decisão é que o porto operado pela Companhia Portuária Baía de Sepetiba operava em capacidade máxima. Assim, não tinha como oferecer espaço para outras empresas. Em relação a MRS, apontam os documentos que não há provas suficientes, já que apenas uma empresa reclamou por não ter acesso à ferrovia que leva ao terminal portuário.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s