Comprado há dois anos, VLT continua sem utilização em São Luís


vlt-sao-luisCompra realizada em 2012 custou R$ 7 milhões aos cofres públicos. Trem está em galpão de uma empresa de transportes no Tirirical.

O Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) comprado por R$ 7 milhões em setembro de 2012 pela Prefeitura de São Luís continua sem utilização em um galpão da Transnordestina Logística S. A. localizado no Tirirical, em São Luís. Com a promessa de melhorar a mobilidade urbana na capital maranhense, a compra foi realizada às vésperas das eleições municipais pelo ex-prefeito João Castelo (PSDB), que não se reelegeu. A informação foi publicada pelo jornal “O Estado do Maranhão”.

O jornal afirma que o VLT não tem mais condições de funcionamento e que apresenta sinais de depredação, com as janelas e portas quebradas, bancos enferrujados e painel eletrônico coberto de poeira.

Segundo o jornal, na época, a prefeitura havia informado que o VLT operaria interligando, inicialmente, os bairros do Anel Viário ao Bairro de Fátima, e que outras seis linhas seriam criadas posteriormente.

O jornal informa ainda que, no ano passado, o atual prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) determinou a criação de comissões para avaliar projetos de mobilidade urbana que incluíam a utilização do VLT. No entanto, o veículo teria sido desmontado da plataforma onde estava instalado no no Aterro do Bacanga e guardado no galpão, onde permanece sem utilidade e sem previsão de saída.

Uma única “viagem-teste” de tráfego teria sido realizada em um trecho de 800 metros, do ponto que segue do fundo do Terminal de Integração da Praia Grande, na Avenida Beira-Mar, até as proximidades do Mercado do Peixe – único ponto do projeto que chegou a ser construído.

Trilho de projeto de instalação do VLT abandonado em terminal de São Luís (Foto: Fabrício Cunha / O Estado)

Trilho de projeto de instalação do VLT abandonado em terminal de São Luís (Fabrício Cunha)

O VLT tem dois vagões de 18 metros de extensão cada, com seis portas que abrem simultaneamente e capacidade para 358 pessoas (96 sentadas e 262 em pé). O veículo chega a atingir velocidade média de até 100 km/h.

O G1 entrou em contato com a prefeitura de São Luís e aguarda posicionamento do órgão.

Vagões do VLT foram desativados e transportados para um galpão (Foto: De Jesus/O Estado)

Do G1 MA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s