Cruzeiro estuda reforma da linha férrea para reativar trem turístico


estacao_maia_fumaca_cruzeiro

Prefeitura deve elaborar um projeto com estimativa de custos. Trem deverá ligar a Estação Central até a Estação Rufino de Almeida.

Nicole Melhado Do G1 Vale do Paraíba e Região

A Prefeitura de Cruzeiro estuda reativar o trem turístico em um trecho de cerca de seis quilômetros da linha férrea que cruza a cidade. O investimento vai depender de parcerias com a iniciativa privada ou do apoio do governo federal, por meio de repasses.

Na última sexta-feira (22), o assunto foi debatido entre representantes da Câmara e da prefeitura em uma audiência pública. Também participaram do encontro representantes da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (Abpf) e da Prefeitura de Guararema, que recentemente reativou o trem turístico no município.

“A secretária de Guararema, Sandra Olivieri, mostrou como eles fizerem este projeto de reativação do trem turístico lá. Um projeto que levou seis anos para ser concluído. Aqui em Cruzeiro o estudo ainda é embrionário, um projeto e um levantamento de custo ainda será feito”, explicou o diretor de Cultura, Sérgio Valério.

O projeto inicial em Cruzeiro prevê que o trem saia da Estação Central, com paradas nos bairros, finalizando o trajeto na Estação Rufino de Almeida, que já foi reformada. O número de paradas da locomotiva será definido posteriormente.

O secretário da Associação de Preservação Ferroviária, Bruno Sanches, explicou que a reativação do trem deve trazer impactos à cidade e à rotina dos moradores. “Os impactos são diretos, tanto na estrutura, pois haverá um trem atravessando a cidade, quanto na geração direta e indireta de empregos no turismo”, disse.

A associação administra atualmente oito estações de trem em São Paulo e no Sul de Minas. “Em São Lourenço (MG), por exemplo, a revitalização da estação trouxe impacto direto para 30 famílias, que trabalham em pontos comerciais na estação”, afirmou Sanches.

Centenária
A estrada de ferro que a prefeitura pretende reativar é a ‘Estrada de Ferro Minas and Rio’ e foi inaugurada em 1884. A Estação Ferroviária Central, foi aberta um ano depois, em1885. O tráfego para o transporte de passageiros na ferrovia operou até a década de 1970 na cidade.

Mais de 20 anos depois, em 1996, Cruzeiro reativou a linha férrea com vocação turística – nos mesmos moldes do projeto atual. O serviço foi interrompido em 2001.

Impasse
Há seis anos, o município decidiu tentar novamente reativar o trecho. Um convênio federal disponibilizou uma verba no valor de R$ 138 mil, porém um erro no projeto barrou as obras de recuperação.

Agora, segundo o diretor de Cultura do município, a prefeitura vai elaborar um novo projeto com estimativa de custos e buscará os recursos para a revitalização.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s