Paris vai banir carros do centro da cidade


Por Renato Lobo | Via Trolebus

Paris #noticiaferroviaria

Alguns especialistas em mobilidade afirmam que o carro é a praga do século XXI, e muitas cidades vem encontrando alternativas aos deslocamentos de seus moradores, seja a bicicleta, o transporte público ou o trabalho próximo a residência ou no próprio lar, chamados de home office.

Continuar lendo

Venda de bicicletas supera de carros na Espanha


By Luísa Zottis | The City Fix Brasil

Venda de bicicletaA magrela está virando a queridinha dos espanhóis. Pelo segundo ano consecutivo na Espanha, as bicicletas estão ultrapassando os carros em unidades vendidas: foram um milhão contra 722.703. Além da popularidade, o meio de transporte está se mostrando um negócio bilionário: nada menos que 1 bilhão de euros foi movimentado por esse mercado.

Continuar lendo

Transporte Individual: Contra-Mão, Beco sem Saída, Fim da Linha!


Por Alexandre Costa | Blog: O que você faria se soubesse

Publicada em 03/01/2013

Engarrafamento Há números que correm em paralelo aos recordes do clima e que com estes se entrelaçam. Vão da demanda e do uso de energia, ao consumo de agrotóxicos e fertilizantes; da extinção de espécies e perda de biodiversidade aos acidentes de trânsito; da área perdida de florestas à quantidade de rios represados; enfim, à concentração de CO2 atmosférico e demais gases de efeito estufa. Se forem feitos gráficos dessas variáveis em função do tempo, a marca comum a todas elas é o crescimento acelerado, ou, como é ensinado nos bancos escolares, um crescimento em progressão geométrica ou exponencial.

Matéria relacionada: O Trem como solução para o Estado de São Paulo

Continuar lendo

Passeio ciclístico em apoio ao Outubro Rosa que aconteceu no domingo, dia 19


BicicletaPor Isaac Edington | isaac.edington@terra.com.br

Secretário de Projetos Especiais da Prefeitura de Salvador e coordenador do Movimento Salvador Vai de Bike 

Empresas, pessoas e o meio ambiente são diretamente afetados pela forma como escolhemos nos mover pela cidade. O crescimento econômico e a qualidade de vida da cidade estão intimamente ligados a um sistema de transporte limpo e eficiente, que traz benefícios para todos.

Continuar lendo

Metrô libera embarque de passageiros com bicicleta em dias úteis no Rio


Novidade começa na segunda-feira (29), a pedido do Governo.
A liberação valerá apenas após 21h e no último vagão de cada trem.

Bicicletário #noticiaferroviaria

O Metrô do Rio, que já permite o embarque de passageiros com bicicletas em finais de semana, vai liberar a entrada do veículo alternativo também nos dias úteis a partir de segunda-feira (29). A novidade, porém, só será permitida a partir das 21h e no último vagão de cada trem.

Continuar lendo

São Paulo vai ganhar mais 64,5 km de vias para bicicleta em setembro


Haddad bicicleta - ABRA Prefeitura anunciou nesta sexta-feira, 05, que vai entregar mais 64,5 quilômetros de ciclovias no mês de setembro. Caso a meta seja cumprida, serão cerca de 2 quilômetros a mais de faixas por dia em São Paulo. Somente neste sábado, 06, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai implementar mais 13,4 km de vias para bike na capital.

Continuar lendo

Ciclista dinamarquês diz que paulistano não respeita ciclovias


Pedro Craveiro | Via Trolebus

CiclistaMorador há quatro anos do Sumarezinho, na zona oeste da capital paulista, o dinamarquês Jimmy Olsen utiliza a bicicleta para se deslocar desde a infância. Em entrevista publicada pela Folha de S. Paulo neste domingo (17), ele comparou a ciclovia do centro, primeira implementada pela atual gestão da prefeitura, com as de sua cidade natal, Copenhague, conhecida como a Capital Mundial da Bicicleta.

A principal diferença apontada por Jimmy é a falta de respeito à ciclovia. Carros e pedestres invadem o espaço exclusivo sem constrangimento. Até entre os beneficiados falta educação: o dinamarquês relatou que outros ciclistas estacionaram na contramão, o que o obrigou a desviar.

Sobre a estrutura, Jimmy Olsen considera que a cidade avança, mas que falta muito. No bairro da Barra Funda, um trecho da ciclovia termina em uma rua movimentada. Por isso, ele teve que pedalar entre os carros. Em outro trecho, ele percebeu que faltavam semáforos para ciclistas e disse que, mesmo para quem tem experiência, parte do trajeto é confusa.

Por isso tudo, o dinamarquês afirma que, por enquanto não deixa sua filha pedalar nas ciclovias paulistanas. Apesar das ressalvas, ele afirma que as novas faixas da cidade são positivas e permitem, por exemplo, admirar a região da Praça da República, repleta de prédios históricos.

Pedro Craveiro é jornalista, paulistano, aficionado pela cidade, por mobilidade e pelo transporte público.