Pré–operação dos bondes de Santa Teresa começa nesta segunda-feira


Serviço vai operar de segunda a sábado, das 11h às 16h sem cobrança de passagem

Jornal do Brasil

bonde_snta2 bonde_snta
A pré-operação dos bondes de Santa Teresa, com passageiros, no trecho que vai do Largo da Carioca até o Largo do Curvelo, começa nesta segunda-feira (27/7), sem cobrança de passagem.

O serviço vai operar de segunda a sábado, das 11h às 16h, com intervalos de 20 minutos.

O embarque e desembarque deverão ser feitos exclusivamente nos pontos de parada e a lotação de cada bonde é limitada a 32 passageiros. Não será permitido viajar em pé, nem nos estribos, que no modelo do novo bonde são retráteis e acionáveis no momento de parada nos pontos.

Agentes da Secretaria de Estado de Transportes (Setrans) estarão nas estações do Largo do Curvelo e no Largo da Carioca para orientar os passageiros.

Foto: Henrique Freire/ GERJ // Fotos Públicas

Anúncios

Bondinhos viram patrimônio cultural em Campinas


Maria Teresa Costa | iG Paulista

Bonde_Lagoa_TaquaralSeis bondes que circularam em Campinas até 1968, quando o sistema de transporte foi extinto, entraram para a categoria de patrimônio cultural da cidade. O Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas (Condepacc) tombou os veículos, conforme decisão publicada nesta sexta-feira (10) no Diário Oficial.

Continuar lendo

Lagoa em Campinas: dormente acende alerta nos trilhos


Lagoa CampinasFrequentadores temem acidentes diante da falta de manutenção na linha

A situação dos bondinhos turísticos da Lagoa do Taquaral, em Campinas, preocupa frequentadores. Eles apontam problemas estruturais e cobram da Prefeitura a manutenção e reparos na linha. O Correio constatou que há dormentes podres e que faltam parafusos em alguns pontos. Os trens percorrem três quilômetros no parque, onde estão instalados mais de 3,3 mil dormentes. O Departamento de Parques e Jardins (DPJ) negou falta de manutenção, informou que este ano 600 foram trocados e outros 700 serão substituídos até o final do ano.

Continuar lendo

Bondinho do Pão de Açúcar comemora 102 anos com bolo para turistas


Da Agência Brasil | Edição: Stênio Ribeiro

Primeiro teleférico do Brasil (terceiro do mundo), o bondinho do Pão de Açúcar completou 102 anos de atividade nesta segunda-feira (27). Para comemorar a data, a Companhia Caminho Aéreo Pão de Açúcar, empresa que administra o complexo – no bairro da Urca, no Rio de Janeiro – distribui 2 mil pedaços de bolo para os visitantes de hoje, até o final da tarde.

bondinho_do_pao_de_acucar Continuar lendo

Terceiro bonde chega a Santa Teresa


Jornal do Brasil

bonde Santa Tereza #noticiaferroviaria

O terceiro dos 14 novos bondes de Santa Teresa chegou, nesta sexta-feira (24/10), à Estação Carioca. Ele passará primeiro por testes estáticos para avaliação geral de equipamentos, comandos e componentes. O segundo bonde já deu início aos testes de carga, com sacos de areia, a fim de verificar a performance do veículo e ajustar os softwares do sistema. Para a simulação, são transportados 2,5 mil quilos de carga no trecho entre o Largo do Curvelo e a Estação Carioca.

Continuar lendo

Testes do bonde de Santa Teresa viram novela sem final


Rio – O processo para que o histórico bondinho de Santa Teresa volte a circular continua causando revolta nos moradores do bairro por conta de atrasos. Conforme o DIA noticiou, em 27 de agosto, o governo estabeleceu um prazo de 30 dias para a conclusão dos testes para que o primeiro dos novos bondes começasse a circular no trecho de trilhos já instalado, de cerca de um quilômetro. Entretanto, após a data estabelecida, ainda não há previsão de conclusão desta primeira fase de avaliações do veículo.

Bonde

Continuar lendo

Tombamento dos bondes da Lagoa em Campinas é avaliado


Condepacc iniciou processo estudo; circularam na região central da cidade entre 1910 e 1958

Caravela Taquaral - #embarquenessetrem

Os três bondes da Lagoa do Taquaral, em Campinas (SP), entraram em processo de tombamento no Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas (Condepacc) e, se aprovado, se tornarão patrimônio da cidade como vestígios da história e da indústria do transporte. Eles são remanescentes de uma frota que circulou em Campinas até 1968 e atualmente estão parados, à espera da conclusão da recuperação da caravela, o que deve ocorrer, segundo o secretário de Serviços Públicos, Ernesto Paulella, em 15 dias.

Continuar lendo