Conheça a coleção de locomotivas de Paulo Calvo


Elton Rodrigues | Diário Web

Locomotivas coleção

Sabe o que bancário Paulo Sotelo Calvo, 44 anos, vai fazer no Carnaval? Descansar em algum resort? Micareta? Praia? Trabalhar? Errou quem pensou em alguma dessas opções. Ele vai passar o feriado observando trens na região. Isso mesmo, ao lado dos trilhos das cidades na companhia de amigos. Tudo por causa do gosto pelas ferrovias e locomotivas. Isso fez com que ele transformasse parte de sua casa na sua “própria estação ferroviária”. Não pela forma, mas pela quantidade de miniaturas de trens que ele preserva.

Continuar lendo

Anúncios

Nos mínimos detalhes


Maquinista de trem, Stênio Gimenez trabalha na criação da primeira maquete do Brasil a reproduzir com fidelidade as regras de circulação do transporte ferroviário

Maquete

Por Giuliano Bonamim | Jornal Cruzeiro do Sul

Stênio Gimenez, 38 anos, é maquinista de trem. Trabalha na condução de vagões, mas nas horas de folga desempenha a função de escultor com a criação da primeira maquete do Brasil a reproduzir com fidelidade as regras de circulação do transporte ferroviário. O objetivo é desenvolver o projeto mais realista já feito em todo o País, previsto para ser finalizado em dezembro de 2015.

Continuar lendo

Estação Cultura em Campinas abriga a arte de fanáticos por trens


Maquete tem miniaturas importadas e com tecnologia digital

Ferromodelismo - #noticiaferroviaria

Por Rogério Verzignasse | Agência Anhaguera

Uma das antigas cabines de comando da estação ferroviária central de Campinas—a atual Estação Cultura—é toda ocupada por uma belíssima maquete de ferromodelismo, que vem sendo pacientemente construída desde maio de 2007 por amigos apaixonados pelo tema. O lugar virou passeio obrigatório para crianças, adolescentes e adultos que, nas tardes de sábado, passam horas por ali, encantados com as composições em miniatura que percorrem 300 metros de trilhos. A riqueza de detalhes impressiona. O trem passa por vilas, pastagens e até uma refinaria; atravessa túneis e pontes. As estações minúsculas reproduzem traços arquitetônicos da rede ferroviária de verdade.

A maquete foi projetada por um grupo de cidadãos que, ao longo da vida, tiveram alguma ligação com o transporte ferroviário. Cidadãos que continuavam trabalhando na administração da estação conseguiram, do poder público, permissão para usar a velha “Cabina 2” para o hobby. O prédio, de 1920, é remanescente da época em que as composições elétricas se espalhavam por toda a malha paulista. Antes da cessão da cabine, as miniaturas corriam em espaços adaptados, na casa de quem fazia parte da Associação de Modelismo Ferroviário de Campinas (Amfec).

O fato é que, com a ajuda da Prefeitura, a turma ganhou uma sede. E, por ali, cerca de 20 aficionados pelo assunto passam o tempo contando causos, lembrando com saudade do tempo das plataformas lotadas de passageiros. E é nas manhãs de sábado que quatro ou cinco deles trabalham na montagem artesanal da linha férrea, que a cada semana ganha um novo detalhe.

Ferrorama 2- #noticiaferroviaria

Um dos pátios, batizado com o nome de Campinas, reproduz trechos do próprio complexo ferroviário central: a gare (área coberta das antigas plataformas), o virador e a rotunda (equipamentos próximos da nova Rodoviária, que mudavam a direção de trânsito das composições). Mas outros três pátios. Eles reproduzem paisagens da linha férrea em Paulínia, nos bairros Boa Vista e Carlos Gomes. O detalhe é que uma miniatura da estação de Jaguariúna já está prontinha para ser instalada às margens da linha.

As montanhas são feitas com gesso, isopor e espuma expansiva moldável. A estrutura de sustentação das pontes foi montada com minúsculos gravetos de madeira. E até brita pulverizada reproduz, na maquete, o piso dos trilhos e dormentes. Tudo igualzinho à linha férrea real. O cenário tem até direito a árvores, pessoas, moradias, igrejas. São pecinhas artesanais importadas, ou fabricadas artesanalmente ao longo do tempo.

O presidente da Amfec é o engenheiro civil Foster Móz, servidor responsável pela manutenção dos imóveis do complexo ferroviário central. “Todo o sistema é digitalizado. As locomotivas em miniatura, chipadas, são operadas por controle remoto. É um hobby caro, sim, mas não temos pressa. A maquete não tem prazo para ficar pronta”, afirma, mostrando os espaços já demarcados para a construção de uma nova vila.

A visita à maquete, feita nas tardes de sábado, não custa nada. Mas como cresce o interesse do público, o engenheiro afirma que o passeio pode ser feito em qualquer dia da semana, com agendamento antecipado dos grupos, para que se possa garantir a presença dos monitores.

Serra Verde Express promove 5º Encontro de Ferreomodelismo


Encontro de ferromodelismoO 5º Encontro de Ferreomodelismo acontece em Curitiba no próximo sábado (9) e traz concursos, exposições e minipasseio de locomotivas.

O evento contará também com uma mostra de miniaturas, maquetes, dioramas e diversos elementos do universo ferroviário. Durante o Encontro acontecerá o 5º concurso de Ferreomodelismo de Curitiba que premiará os melhores modelos apresentados no dia.

A competição é dividida em três categorias: Veteranos, Estreantes e Kids e em nove tipos de modelos: locomotivas a vapor, locomotivas a diesel, locomotivas elétricas e bondes, carros de passageiros e automotrizes (litorina), vagões de carga, dioramas, estruturas ferroviárias, maquetes e kids .

Os interessados em participar do concurso devem consultar o regulamento, fazer o download da ficha de inscrição disponível nos sites http://www.serraverdeexpress.com.br e http://www.passatempohm.com.br e apresentá-la no local do evento no dia 9 de julho, entre 8h30 e 11h30. Para validação da participação é necessária a doação de um agasalho ou 1 kg de alimento não perecível. O material arrecadado será encaminhado a uma instituição beneficente.

Ao longo do dia serão realizados minipasseios de locomotiva, com duração de 20 minutos, ao custo de R$ 5,00 por pessoa. Também haverá sorteio de brindes, venda de produtos para ferreomodelismo em geral e palestras com temas de ferrovias.

Serviço:

5º Encontro de Ferreomodelismo

Local: saguão da Serra Verde Express / Estação Rodoferroviária de Curitiba
Endereço: Pres. Affonso Camargo, 330, Curitiba/PR
Data: 09 de agosto
Horário: das 11h às 19h
Entrada Franca
Mais informações: (41) 3888 3488

Redação Bem Paraná com assessoria

Ferromodelismo: Estação Cultura sedia evento gratuito de ferromodelismo, em Campinas


ferromodelismoDo G1 Campinas e Região

A Estação Cultura recebe neste sábado (17) o “2º Encontro de Ferromodelismo da Região Metropolitana de Campinas”, que tem início às 9h. O evento, que traz locomotivas, vagões e estações de trem em miniatura, tem entrada gratuita.

Com objetivo de resgatar os tempos áureos da estrada de ferro, usada para transportar o café de Campinas e região no passado, o encontro reúne admiradores e colecionadores da categoria de ferromodelismo. O evento também contará com a maquete permanente da Amfec (Associação de Modelismo Ferroviário de Campinas).

O “2º Encontro de Ferromodelismo da Região Metropolitana de Campinas” terá 13 lojas que expõem e vendem produtos relacionados ao modelismo ferroviário, 14 expositores com maquetes e diaramas, além de duas lanchonetes. O estacionamento do evento também será gratuito, com entrada pela Rua Francisco Teodoro.

Serviço
O quê: 2º Encontro de Ferromodelismo da Região Metropolitana de Campinas
Quando: sábado (17) das 9h às 17h
Onde: Estação Cultura
Endereço: Praça Floriano Peixoto, s/n, Centro
Entrada: gratuita

Outras notícias ferroviárias….