Grupo de ferroviários formaliza adesão à Frente Parlamentar Ferroviária


Lorival CPTM - Jundiaí-São Paulo (2)Objetivo da Frente Parlamentar é conscientizar as autoridades e a população sobre a importância da volta do transporte ferroviário

Um grupo de aposentados da extinta FEPASA formalizou nesta semana sua adesão à Frente Parlamentar Mista em Defesa do Transporte Ferroviário de Passageiros das Regiões de Campinas e Jundiaí.

Os ferroviários estiveram reunidos com um dos organizadores da frente e também ex-ferroviário, Celino Soares, que explicou ao grupo, um pouco do trabalho realizado pelo movimento, iniciado ainda em 2011. “No início ninguém queria ouvir falar em trem, hoje já temos o apoio da maioria da população e as autoridades já sabem da importância desse tipo de transporte para o Estado”, afirmou.

>> O Trem como solução para o Estado de São Paulo

Ferroviários #noticiaferroviaria

Claudinei Lourenço Pires, Amauri Garcia, Valdemar Ostrochi, Luiz Augusto Borges e Airton Maurício Zani parabenizaram o trabalho da Frente, cuja coordenação é feita pelo presidente da Câmara de Valinhos, Lorival Messias, e se colocaram a disposição para ajudar no que for preciso. “Temos acompanhado o trabalho da frente e estamos aqui para ajudar. O transporte ferroviário é a melhor saída para o Brasil, temos certeza que ele voltará a ser implantado, pois não há alternativa melhor”, afirmou Zani.

Frente Parlamentar completou 1 ano
A campanha pela extensão das linhas da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – ganhou novo reforço com a criação da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Transporte Ferroviário de Passageiros das Regiões de Campinas e Jundiaí. Desde o ano passado, data da criação, o movimento possui representatividade junto aos Governos Federal e Estadual.

Constituída pelos fundadores da Campanha da CPTM: Lorival Messias, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Empresas Ferroviárias Paulistas, Francisco Aparecido Felício (França); vereador de Louveira, Reginaldo Lourençon (PSDB); e pelo suplente de vereador em Vinhedo, Luiz Carlos Paffaro (PR), além de prefeitos, deputados e vereadores da região, a frente já mobilizou um grande número de pessoas pelo regresso do trem.

Foram realizadas audiências nas Câmaras de Valinhos, Vinhedo, Louveira e o tema já foi apresentado, inclusive, durante reunião do Parlamento Metropolitano da RMC – órgão que congrega os vereadores dos 20 municípios da Região Metropolitana de Campinas.

Conheça as propostas dos candidatos à Presidência para mobilidade urbana:


Transporte público #noticiaferroviaria

Carolina Gonçalves – Repórter da Agência Brasil | Edição: Lílian Beraldo

Transporte sobre trilhos, passe livre e uso de combustíveis limpos dominam as propostas de presidenciáveis para solucionar os problemas de mobilidade nas cidades brasileiras. Enquanto algumas propostas priorizam investimentos para ampliação de trens e metrôs e em programas de financiamento da renovação da frota de ônibus, outras estão direcionadas a estímulos aos transportes alternativos e a medidas que desafoguem o tráfego, como o rodízio nas jornadas de trabalhadores.

Continuar lendo

Transporte público e planejamento urbano devem ser prioridade nos próximos anos


Camila Maciel – Repórter da Agência Brasil | Edição: Lílian Beraldo

transporte-publico-planejamento

Os deslocamentos urbanos ganharam destaque na agenda do país sobretudo com os protestos de rua que reuniram milhares de pessoas em junho de 2013. As manifestações evidenciaram um cenário comum nas grandes cidades: o alto custo da passagem, os longos deslocamentos diários, a superlotação de ônibus e metrôs e a crescente opção pelo transporte individual, aumentando os congestionamentos. “O investimento no transporte individual motorizado é de oito a dez vezes maior do que no coletivo. Ao longo dos anos, isso desenhou cidades para favorecer o automóvel. A médio e longo prazo, isso é insustentável”, aponta a socióloga Renata Florentino, pesquisadora do Observatório das Metrópoles.

>> O Trem como solução para o Estado de São Paulo

Continuar lendo