Expresso de Trens da CPTM será substituído por serviço Intercidades


#trem

O fato que tomou conta do noticiário sobre mobilidade nesta terça-feira (25) em jornais, com grande repercussão nas redes sociais e fóruns especializados foi o arquivamento de 32 propostas de Parcerias Público Privados, das quais nove estão sob o guarda-chuva da secretaria de Transportes Metropolitanos.

Entre os serviços estão os projetos de trem expresso planejado pela CPTM: Expresso ABC, o Expresso Bandeirantes e o Expresso Jundiaí. De acordo com nota do Governo Estadual, os três projetos citados “foram arquivadas por concorrer com a proposta de Trens Intercidades, que foi aprovada e terá estudos aprofundados”.

Segundo ainda o Governo do Estado, os demais projetos como as linhas 19 e 20 do Metrô não estão excluindo, mas serão revistos, “cuja execução pode ser feita de forma mais eficiente e menos onerosa para o contribuinte”.

A respeito do Trem Intercidades, o projeto foi anunciado ainda na gestão do ex-governador Jose Serra, e ganhou força na gestão do ex-secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, nomeado pelo atual Governador Geraldo Alckmin.

Em 2014, Jurandir disse ao Via Trolebus que empasses entre o Governo Estadual e a prefeitura de Campinas acabaram por atrasar o projeto. “jogamos na lata do lixo 5 anos por fatos como a prefeitura de Campinas que só queria o TAV (Trem bala). Quando Geraldo Alckmin assumiu, a nossa proposta era fazer um trem regional complementar ao TAV. Apareceu um grupo que topou pegar tudo, só que o projeto deles não era o mesmo do nosso.” – disse o ex-secretário. (relembre a entrevista)

Em contato com a CPTM, a companhia disse que o projeto foi apresentada para o Governo Estadual pelas empresas BTG Pactual e EDLP – Estação da Luz Participações, e contempla a construção de infraestrutura, implantação de equipamentos e sistemas e compra de material rodante (trens) para operar uma rede integrada, abrangendo Sorocaba, São Paulo, Baixada Santista, Campinas e Taubaté.

Autor Renato Lobo // Via Trolebus

Anúncios

Trem intercidades aguarda por aval federal


trem intercidadesO secretário de Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, empossado ontem no cargo em substituição a Jurandir Fernandes, afirmou que espera a liberação das faixas de domínio da extinta Rede Ferroviária Federal para poder deslanchar a implantação do trem intercidades, que irá ligar as regiões metropolitanas de Campinas, Vale do Paraíba, São Paulo e Santos. Assim que for autorizada, afirmou, o governo lançará o edital da parceria público-privada (PPP) para que o trem, com velocidade média de 120 quilômetros por hora, possa ligar as quatro regiões.

Matéria relacionada: O Trem como solução para o Estado de São Paulo

Continuar lendo

Obras do Trem Intercidades são adiadas para 2015


Trem IntercidadesPor Rafael Barbosa | Jornal da Economia

As obras de implantação do Trem Intercidades, projeto de transporte sobre trilhos em parceria entre o setor privado e o Governo do Estado, foi adiada para 2015. O Projeto prevê a construção de uma malha ferroviária de 430 km, que ligará diversas cidades do Estado, sendo inicialmente dividido em dois trajetos. O primeiro ligará a capital paulista a Campinas, Americana, Jundiaí, Santo André, São Bernardo, São Caetano e Santos, enquanto o segundo fará a ligação de São Paulo com Sorocaba, São Roque, São José dos Campos, Taubaté e Pindamonhangaba.

Continuar lendo

Nova estação Água Branca será polo ferroviário


* Por Renato Lobo | Via Trolebus

Nas últimas décadas algumas estações eram consideradas grandes entrocamentos de linhas ferroviárias, como o caso da Luz, Brás e Barra Funda. Estas paradas além de integrar o sistema metroviário e os trens metropolitanos, chamados antigamente de “trens de subúrbio”, abrigavam os trens regionais com partidas em determinados horários. Porém todo mundo sabe o fim que levou estas ligações intercidades. Nos próximos anos um novo local promete ser o maior polo metroferroviário na cidade de São Paulo: A Estação Água Branca.

Estação_Água_BrancaIntegração com o Metrô

Atualmente a acanhada estação abriga apenas a Linha 7-Rubi da CPTM, que liga a Luz até Jundiaí, passando por Francisco Morato. Em um prazo de até 6 anos um novo ramal metroviário deve chegar ao local: A linha 6-Laranja, que em sua primeira fase deve ligar a Brasilândia até a estação São Joaquim. A linha esta sendo construída por meio de uma Parceria Público Privado (PPP) onde é previsto a operação do trecho até 2020.

Continuar lendo

Alckmin cobra aval da União para trem


Gustavo Pinchiaro | Do Diário do Grande ABC
Governador #noticiaferroviaria
Candidato à reeleição, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) cobrou liberação de licença da União para utilizar espaço da rede ferroviária federal para implementação do trem intercidades de média velocidade, projeto que ligará Santa Bárbara d’Oeste a Santos. De acordo com o tucano, o lançamento do edital da PPP (Parceria Público-Privada) para execução só depende do aval da presidente Dilma Rousseff (PT).

Matéria relacionadas:

Continuar lendo

Ferroviários declaram apoio à candidatura de Lorival


Grupo elogiou o trabalho e empenho do candidato para trazer o trem de volta a Região Metropolitana de Campinas

Ferroviários #noticiaferroviaria

Um grupo de ex-ferroviários esteve em Valinhos nesta segunda-feira, 8, para um encontro com o candidato a deputado estadual, Lorival 90100. Na ocasião, os ferroviários da antiga FEPASA, manifestaram total apoio à candidatura de Lorival pelo extenso trabalho que o vereador valinhense tem realizado em prol do trem de passageiros para o Estado.

Matéria relacionada: O Trem como solução para o Estado de São Paulo

Eu confio – Lorival 90100“Acompanhamos o trabalho do Lorival e estamos muito felizes com sua atuação. Quando eleito, fará um importante trabalho na Assembleia Legislativa representando não só os ferroviários, mas todos aqueles que defendem melhorias no transporte público brasileiro”, afirmou Airton Maurício Zani.

Assim como Zani, os ferroviários Claudinei Lourenço Pires, Amauri Garcia, Valdemar Ostrochi e Luiz Augusto Borges declararam seu apoio ao vereador que também coordena a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Transporte Ferroviário de Passageiros das Regiões de Campinas e Jundiaí.