Antiga estação ferroviária de Vinhedo vai abrigar centro cultural


Estação ferroviáriaComplexo ferroviário, tombado como patrimônio do Estado de São Paulo, será recuperado; Prefeitura quer revitalizar a área do conjunto da estação ferroviária da cidade e montar um museu ferroviário

Por Maria Teresa Costa | Correio Popular de Campinas

A estação ferroviária de Vinhedo, construída em 1900, será restaurada e reaberta como um espaço cultural até o início de 2016, informou o prefeito Jaime Cruz (PV). Como a maior parte do patrimônio ferroviário espalhado pelo Estado de São Paulo, essa estação está sucateada, tomada por pichações, janelas quebradas e o prédio, tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado (Condephaat), está depredado.

O prefeito afirmou que vai contratar uma empresa para fazer o projeto de restauro de forma a manter as características originais da construção, remanescente da época em que Vinhedo era Rocinha, uma vila de Campinas.

“O projeto é o ponto de partida para a recuperação do local e requer muita pesquisa sobre detalhes das características originais. Tudo será feito com a supervisão do Condephaat”, disse o secretário de Obras, Augusto Braccialli. “Nossa estação, que no passado chamou Estação Cachoeira e depois Rocinha, é um patrimônio da cidade e há algum tempo já estamos trabalhando para que possa ser restaurada”, afirmou o prefeito.

A então estação da Cachoeira, descreve em seu blog Ralph Mennucci Giesbrecht, da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), era um lugar perdido no meio do nada entre as pequenas Louveira e Valinhos e foi a segunda parada na viagem inaugural do trecho ferroviário pioneiro Jundiaí-Campinas, em 31 de março de 1872. Segundo ele, em 1873, o Almanak da Província de São Paulo dava como chefe de estação Albino da Silva Espíndola. O nome de Rocinha passou a ser usado para a estação a partir de 1874 ou 1879.

No início do século 20, construiu-se um novo prédio para substituir o original, que por sua vez foi reformado nos anos 1930, deixando somente a fachada da plataforma inalterada. Com a autonomia do município, em 1948, veio o novo nome, Vinhedo. No final dos anos 1970, a estação foi desativada.

A Prefeitura de Vinhedo quer revitalizar a área do conjunto da estação ferroviária da cidade e montar um museu ferroviário, já que o antigo ponto de embarque e desembarque se insere no primeiro trecho construído da Companhia Paulista de Estradas de Ferro, à qual se atribui o pioneirismo na eletrificação ferroviária brasileira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s